segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

DEFUMAÇÃO


1-      Defuma com as ervas da Jurema

Defuma com as ervas da Jurema
Defuma com arruda e guiné
Defuma com as ervas da Jurema
Defuma com arruda e guiné,
Alecrim Benjoim e alfazema
vamos defumar filhos de fé       bis

2-      Corre gira Pai Ogum

Corre gira Pai Ogum
Filhos querem se defumar
Umbanda tem fundamento
É preciso preparar
Com Incenso e Benjoim,
Alecrim e alfazema
Defuma filhos de fé
Com as ervas da Jurema

3-      Meu Pai Oxóssi

Meu Pai Oxósse, dê-me licença pra defumar
Eu defumo, eu defumo essa aldeia real.
Meu Pai Ogum, dai-me licença pra defumar
Eu defumo, eu defumo essa aldeia real.
Mamãe Oxum, dai-me licença pra defumar
Eu defumo, eu defumo essa aldeia real…

4-      Nossa senhora incensou a Jesus Cristo,

Nossa senhora incensou a Jesus Cristo,
Jesus Cristo incensou aos filhos seus,
Eu incenso, eu incenso a minha casa
Na fé de Oxóssi, Ogum e Oxalá
Vou incensando, vou defumando
A casa do bom Jesus da Lapa.

5-        Defuma esta casa bem defumada,

Defuma esta casa bem defumada,
Com a cruz de Cristo ela vai ser rezada.  bis

Sou rezador, sou filho de umbanda,
Com a cruz de Deus todo mal de abranda.   bis

6-      Defuma, defumador,

Defuma defumador,
Esta casa de nosso senhor.   bis

Leva pras ondas do mar
o mal que aqui possa estar    bis

7-      Vamos cruzar nosso terreiro

Vamos cruzar nosso terreiro
Vamos cruzar nosso congá
Vamos cruzar a nossa gira
Na fé de pai Oxalá                       bis

8-      Defumação de Baiano

Defumei a minha banda
E firmei meu Jacutá            bis

Da Bahia eu vim meus filhos
Pra Bahia eu vou girar               bis

9-      Ele e rezador

Ele e rezador
Ele vai defumar
ele reza seus filhos e mal vai levar
defuma, defuma ele vai defumar
ele reza seu filhos e o mal vai lev ar

10-    Jurema deu as ervas

Jurema deu as ervas
Pai Ogum deu benjoim
Pai Oxalá mandou
Defumar você, eu vim
Esta fumaça santa
Ela vai lhe proteger
De tudo que for mal
Que alguém possa lhe fazer

11-   A Umbanda queimou, cheirou guiné

A Umbanda queimou, cheirou guiné
Vamos defumar filhos de fé
A Umbanda queimou, cheirou guiné
Vamos defumar filhos de fé

Defuma eu Babá
Defuma eu Babalaô
Defuma eu Babá
Defuma eu Babalaô

12-    Jureme, Juremeira

Jureme, Juremeira
Olha as folhas das palmeiras    bis

Jurema vem lá das matas
Vem trazer nesse congá
O seu cheiro de incenso
Pra seus filhos defumar

Cheira mirra, benjoim
E também cheira incenso
Defuma filhos de pemba
Com as ervas da Jurema     bis

13-   Defumação Iemanjá

Na beira da praia, Iemanjá vai defumando
e para o mar, todo mal vai levando
Saravá o nosso chefe, Saravá os nossos guias
Saravá Oxalá, em nome da Virgem Maria.

14-     Deu um vento lá nas matas

Deu um vento lá nas matas Jogou as folhas no chão
E os caboclos estão apanhando Pra fazer defumação
Como cheira a Umbanda A Umbanda a cheira
Cheira arruda e guiné alfazema e Alecrim

15-    Essa casa tem quatro cantos

Essa casa tem quatro cantos e cada canto tem seu santo
Onde m Sobe fumaça ora o raiz do centro e o divino espírito santo

Zum, zum, zum olha lá Jesus quem é eu
Eu rezo pras almas inimigo cai eu fico em pé .    bis

16-    Sobe fumaça

Sobe fumaça
Desmancha no ar
Oh, leva a quizumba
E todo o azar

Um comentário: