terça-feira, 1 de março de 2011

POMBAGIRA


1-      Ligação Exú Pombogiras

Arreda homem que ai vem mulher
Arreda homem que ai vem mulher

Ela é Pombagira, Pombagira de
Ela é Pombagira, Pombagira de

2-      (Coroa)

Dona Padilha mulher de Lúcifer
Dona Padilha mulher de Lúcifer

Corre gira na encruzilhada e
 Pergunta quem ela é

Se ela é Maria Padilha mulher de Lúcifer
Se ela é Maria Padilha mulher de Lúcifer


Pontos de chamada


1-      Deixa a Pombagira passar
Abre a roda
Deixa a Pombagira passar     bis

Mas ela tem, ela tem peito de aço
Ela tem peito de aço e um coração
De um sabiá - bis

2-      (Angola) Rápido

Auê pombogire
Auê pombogira

Auê pombogire
Pombo gire/Pombagira

3-      (Congo de Ouro)

Olha quem está La no portão
De saia vermelha e rosa na mão    bis

Será, será (Dona Maria Padilha)

Será, será (A dama da noite)
Será, será  (Rainha da encruzilhada)
Será, será (Pombagira Cigana)

Pontos de saudação


1-      Olha a Pomba girê

Olha a Pomba girê
Olha a Pomba girá     bis

Pomba Gira tem sete maridos
Olha a Pomba girê
Olha a Pomba girá

Pomba Gira da saia rodada
Que bebe que fuma
Na encruza fechada

Olha a Pomba girê
Olha a Pomba gira     bis

Pomba Gira Maria Mulambo
Maria Padilha
Rainha das almas
Pomba Gira das sete encruza
Rainha do lodo, Cigana falada

Olha a Pomba girê>
Olha a Pomba a girá> bis

2-       Ela gira no ar

Ela gira no ar
Ela gira na praça
Ela gira na rua
Ela canta ela dança
Ela vive sorrindo em noite de lua
Ela é sincera
Ela é de verdade
Mas cuidado amigo que ela não gosta

3-      Umbanda sua rainha chegou

Umbanda sua rainha chegou
Umbanda mais uma estrela brilhou      bis

Oi salve, salve a Pomba Gira
Que vem da encruzilhada
Pra alegrar a nossa gira
Oi salve seu ponteiro de aço
Salve a sua tesoura
Que corta todo embaraço


Ponto de Maria Padilha


1-      Alta madrugada

Vinha caminhando pela alta madrugada
Sob o clarão da lua ouvi uma gargalhada

Linda morena formosa
Me diga quem você é

Eu sou a dona da rosa Maria Padilha de fé
Eu sou a dona da rosa Maria Padilha de fé

2-      Quem viu o sol se esconder (chegada)

Quem viu o sol se esconder
Quem viu a lua brilhar
Quem viu o espinho da rosa
Também vai ver Maria Padilha chegar
Os seus olhos são verdes
Sua cor é mulata
Seus cabelos são negros
E a sandália é de prata
Numa mão tem perfume
Na outra tem a flor
Para a Umbanda querida
Maria Padilha traz paz e amor

3-      Quando a Padilha chegou (Chegada)

Quando a Padilha girou
Girou e mandou avisar

Que hoje tem festa na rua
Tem clarão da lua pra quem chegar    bis

4-      Deu meia noite

Deu meia noite a lua se escondeu
Dando a sua gargalhada a Padilha apareceu   bis

Alaroê, Alaroê, Alaroê
A Mojuba,a Mojuba ,a Mojuba
Ela é odara
Quem tem fé em Pombagira é só
Pedir que ela dá-bis

5-      Você é flor perfeita

Maria Padilha você é a flor perfeita
Que vem dentro dessa seita
Para aqueles que tem fé
Tu és a rosa que perfuma a Umbanda
Vencedora de demanda
Com amor e muito axé

Maria Padilha não me
deixe andar sozinho
Põe a rosa sem espinhos
 Nos caminhos onde eu passar   bis

Ó pombo girê, ó pombo girá
Faça um tapete de rosas
Pra que eu possa caminhar      bis

6-      Moça me dá um cigarro

Moça me dá um cigarro do seu
Prá fumar Que nem dinheiro
Eu tenho prá comprar- (bis)
Vivo sozinho,
Vivo na solidão,
Maria Padilha        bis

Me dê a sua proteção (bis)

ô moça, ô moça
ô moça me tira dessa poça
ô moça, ô moça
ô moça me dê a sua força

7-      Mulher de 7 marido

Maria Padilha è
É mulher de sete maridos    bis

Toma cuidado gente que é um perigo (bis)

8-      Estou cantando em seu louvor

Maria Padilha estou cantando em seu louvor
Maria Padilha estou cantando em seu louvor

Na barra da sua sai corre água nasce flor
Na barra da sua sai corre água nasce flor

9-      A gente mata e vai preso

Maria Padilha porque mataste o rapaz
Maria Padilha porque mataste o rapaz

A gente mata e vai preso
Você mata e não vai - bis

10-    Padilha na mesa de um bar

Padilha na mesa de um bar
Pra beber e cantar
E viver de alegria
Padilha é mulher encantada
Rainha na encruzilhada
Senhora da Magia

11-   Mentira

Mentira, mentira Sim!
Mentira, mentira Sim!

Tu engana as mulheres
Não tente mentir pra mim!

Eu sou Maria Padilha
Senhora da noite

Rainha da encruzilhada
Mentira me disse sim      bis

12-   Quem brigar com a Padilha

Quem brigar com a Padilha
Está mexendo com perigo

Amiga dos amigos
Quem açoita os inimigos

13-   Se você procura moça linda da rosa

Se você procura moça linda da rosa
Leva na Calunga uma vela e uma rosa     bis

E na Calunga com sua capa dourada
E uma forte gargalhada ela vai se apresentar
Maria Padilha vai lhe dar sua proteção
É só pedir com fé e amor no coração

Se você procura moça linda da rosa
Leva na Calunga uma vela e uma rosa      bis

Maria Padilha moça rica e idolatrada
Que reina na Umbanda e nas 7 Encruzilhadas
Maria Padilha abre meus caminhos
E com sua rosa atira os meus espinhos

14-   Se você tem patuá

Se você tem patuá
E quiser me dar
Vai falando com a mulher
Que ela vai ter ajudar
Aê para Maria passar
Abre essa roda que a Padilha vai girar

 15-   Padilha, Soberana da estrada

Padilha, Soberana da estrada
Rainha da encruzilhada
E também do Candomblé,
Suprema é uma mulher
De negro
Alegria do terreiro
Seu feitiço tem axé - bis

Mas ela é
Ela é, ela é
A rainha da encruza e
Mulher de Lúcifer-bis

16-   Subida

Maria Padilha
Se despede e vai embora     bis

È na boca da mata é na encruzilhada
Que ela mora                                               bis

Maria Padilha feiticeira

1-      Maria Padilha Feiticeira

Maria Padilha Feiticeira
Feiticeira
Maria Padilha da Calunga
O seu feitiço não é de brincadeira
É de quá quá quá
Maria Padilha da Calunga
Ela trabalha sem parar

Maria Padilha Cruzeiro das almas


1-      Abre essa cova quero ver treme r(chamada)

Abre essa cova quero ver tremer
Abre essa cova quero ver balancear
Maria Padilha das Almas
O cemitério é o seu lugar
É no buraco que a Padilha mora
É na calunga que a Padilha vai girar

2-      Choveu, choveu

Choveu, choveu
Só lá na calunga é que não choveu    bis

É que a dona Padilha Cruzeiro das Almas
Presta conta pra deus-  bis


3-      Nasceu no cruzeiro das alma
Nasceu no cruzeiro das almas
Uma roseira que já deu flor.
Entre elas um rosa,
Que em uma linda mulher
Se transformou.   - bis

Praticando sua caridade com muito amor.
Exalando harmonia com o perfume da flor.   bis



Ela é moça bonita,
É faceira e formosa.
Pombagira do Cruzeiro
É a mais bela das rosas.      bis

Pombagira da calunga

1-        Eu vi atravessando aquela rua

 Eu vi atravessando aquela rua
Uma moça bonita, vestidinha de chita
Mas ela era a Pomba Gira da Calunga
Que arrebentou Sete Catacumbas
 
Pombagira Cigana


1-      Quem nesse mundo nunca ouvi dizer?


Quem nesse mundo nunca ouviu dizer?
E nesse mundo nunca ouviu falar?               bis

De uma cigana que mora naquela estrada
Ela tem sua morada sob o clarão do luar       bis

Cigana da estrada força poderosa
Me dê proteção e axé Ciganinha formosa   bis

2-      No caminho do terreiro (chegada)

No caminho do terreiro
eu encontrei uma mulher
Vinha linda e perfumada
Eu quis saber quem ela é
Pomba Gira Cigana
Pomba Gira ela é
Ela vem caminhando
Ela chega girando na ponta do pé

3-       Cigana Rosa

Quando ouvi,
Pela primeira vez
Aquela gargalhada,
Achei uma coisa tão linda,
Senti uma força cigana
Olhando no meio da roda
Tava lá uma cigana formosa
Ela era cigana formosa
Cigana Rosa,
Ela era cigana formosa
Cigana Rosa.

Laroye Pomba Gira Cigana!!

4-       Um dia caminhando a pé

Um dia caminhando a pé
Para ver se encontrava uma cigana de fé
Ela pediu para ler minha mão
Ela me disse foi a sua verdade
E eu só queria saber se ela é
A pomba gira de fé

5-       As damas da noite vão girar

As damas, as damas
Da noite vão girar
Exú Cigana
Exú quem vai girar
 
6-       Vinha caminhando pela madrugada

Vinha caminhando pela madrugada
Muito longe eu avistei uma moça na calçada

Linda morena Cigana
Me diga quem você è
Eu sou rainha das rosas
Cigana no candomblé

Eu vou abrir seus caminhos
Acredite se quiser
Eu vou mudar sua vida
Eu sou Cigana de fé

7-      Pombagira é

Pombagira é. Pombogira é
Dona cigana mulher bonita
Rainha do candomblé

8-       Vinha caminhando a pé

 Vinha caminhando a pé
Para ver se encontrava
A minha  Cigana de Fé
Parou e leu minha mão    bis

E disse-me toda a verdade
Eu só queria saber
Onde mora
Pomba Gira Cigana

9-      Deu... Uma ventania, ô ganga

Deu... Uma ventania, ô ganga
No alto da serra
Deu... Uma ventania, ô ganga
No alto da serra

Era
Dona cigana ô ganga
Que vinha descendo em terra     bis

10-   Sete facas encruzadas

Sete facas encruzadas
Em cima de uma mesa
Eu passei na encruzilhada
Tinha sete velas acesas
Rodeia, rodeia
Rodeia dona Cigana rodeia

11-    Bem que eu te avisei

Bem que eu te avisei
Que você não jogasse esta cartada comigo
Você parou na dama
E eu parei no valete
Amigo, vê se não se engana
Esta moça formosa, é a Bombogira Cigana.

Pombagira Ciganinha


1-      Sandália de prata

Ciganinha, Ciganinha
Da sandália de prata       bis

Com Pandeiro na mão
E o baralho na outra
Ciganinha desacata         bis

2-      Ciganinha da sandália de pau

 Ciganinha, ciganinha
Da sandália de pau           bis

Quando ela bate o pé
Ela faz o bem,
E não faz o mal

Pombagira Figueira

1-       Foi Numa Estrada Velha

Foi em uma Estrada Velha
Na Subida De Uma Serra
Numa Noite De Luar
De Luar
De Luar

Pombagira da Figueira
Moça Bela Faceira
Dava o Seu Gargalhar

Por que ?

Ela É Mojubá
Ela É Mojubá      bis

Pombagira das Rosa


1-       Era meia noite

Era meia noite
Lá na calunga a pomba gira
Apareceu Iluminada pela lua
Com a sua pele nua
Um sorriso ela deu
Mas ela é, ela é
Ela é
Pomba Gira das Rosas
Misteriosa mulher

2-      Ela é a Pombagira das rosas

Ela é Pomba Gira das Rosas
A moça formosa que exala o perfume no ar (perfume no ar)
Mora na calunga pequena t
Em sua pele morena e os olhos da cor do luar
Ela é a certeza e a bondade e pratica a sua caridade
 Nos caminhos por onde passar

Ela é a verdadeira nobreza o fruto de amor
 E pureza que na umbanda germinou.............        bis

Pombagira Rosa Caveira

1-      Sacode o pó que chegou Rosa Caveira

Sacode o pó que chegou Rosa Caveira
Pomba Gira da calunga
Vem levantando poeira -  bis

Suas mandingas são cercadas de mistérios
Saravá a Pomba Gira que vem lá do cemitério
Se diz que faz é melhor não duvidar
Porque a Rosa Caveira promete para não faltar

Sacode o pó que chegou Rosa Caveira
Pomba Gira da calunga
Vem levantando poeira -bis

Levo uma rosa quando vou ao seu axé
Falo com Rosa Caveira
Porque nela eu tenho fé
Tudo o que peço nunca me deixou faltar
Ela é muito famosa
E naê é Mojuba

Sacode o pó que chegou Rosa Caveira
Pomba Gira da calunga
Vem levantando poeira-bis

Pombagira Sete Saias

1-      Ae Exu Cadê Pombogira (chamada)

Ae Exú cadê Pombagira mulher
Ae Exú cadê Pombagira mulher

Cadê dona Sete saias
Rainha da Umbanda ela é     bis

2-      Gira, gira Sete saias (chegado)

Gira,gira Sete saias
Sete saia tá chegando
Sete barrado em sua saia
Sete saias tá girando

Aia,aia sete saias tá girando
Aia,aia sete saias tá girando

3-      Casa de quatro cantos

Casa de quatro cantos
Sete Saias tá na morada
Ela é moça faceira
Sem ela não se faz nada
 
4-      Sete saia nasceu

Sete saias nasceu num dia de sexta-feira
Sete saias viveu por uma vida inteira            bis

Sete saias não morreu num dia de sexta-feira
Sete saias não morreu num dia de sexta-feira

5-       Dá gosto ver Sete Saias enfeitada

Dá gosto ver Sete Saias enfeitada
Dá gosto ver Sete Saias enfeitada

Com perfume e batom
Rainha da encruzilhada   bis

6-      Todo mundo quer (subida)

Todo mundo quer mais ela já vai embora
Todo mundo quer mais ela já vai embora

O galo já cantou Sete saias é hora é hora
O galo já cantou Sete saias é hora é hora

7-      É meia noite… (subida)

É meia noite…
 Galo cantou na encruzilhada!
Na capela bate o sino…
Bateram palmas na morada!
Sete saias na encruza…
Sem ela não se faz nada! 

8-      Sete saias tá indo

Sete saias tá indo
Rosário tá lhe chamando    bis

A encruza abriu as portas
O povo tá te saudando          bis




Pombagira Tatá Mulambo


1-      Tatá Mulambo ela mereceu ganhar

Tatá Mulambo ela mereceu ganhar
Ganhar o que ganhou - bis

Foram sete rosas na calunga
Sete marafos e uma saia de cetim
E como tudo isso não bastasse
Ela ganhou uma coroa de Atotô

Atotô meu Pai Atotô meu senhor
Tatá Mulambo mereceu o que ganhou    bis
 
2-       A deusa encantada

A Pomba Gira Mulambo
A deusa encantada
Tem no congá uma segurança
Ela tem seu caminho marcado
Ela pisou em tapete de flores
Nem sequer se importava

Ela deixou seus súditos chorando
E foi morar no meio da perdiçã-bis

Ela é Rainha, ela é mulher
Pedacinho de Mulambo para quem tem fé


 3-      Olha saia dela

Olha saia dela e lele
É Mulambo só               bis

Sua saia tem sete metros
Sete metros é Mulambo só   bis

Pombagira da Estrada

1-      Vinha caminhando pela rua

Vinha caminhando pela rua
Quando uma moça bonita eu vi     bis

Com sua sandália de prata
Sua saia dourada
Ela sorriu para mim  - bis

Eu perguntei a ela
Aonde fica a sua morada
Ela respondeu pra mim assim

Moro numa estrada sem fim
Moro numa estrada sem fim

Pontos De Sustentação


1-      De vermelho e Negro

De vermelho e negro
Vestida a noite o mistério traz
De colar de contas, brinco dourado
A promessa faz
Se é preciso ir, você pode ir
Faça o que quiser
Mas cuidado amigo, ela é bonita
Ela é mulher
E no canto da rua, zombando,
Zombando, zombando está
Ela é moça bonita, girando, girando, girando lá
Oi, girando lá, oh, lê, lê,
 Oi, girando lá

2-      Matar na porta de um cabaré

Tentaram me matar na porta de um cabaré
Tentaram me matar na porta de um  cabaré

Ando de noite ando de dia
Só não mata quem não quer    bis

3-       Matar com um copo de veneno

Tentaram me matar com um copo de veneno
Tentaram me matar com um copo de veneno

Se quiser matar me mata
Que bebe eu bebo mesmo     bis

4-       Saudação das Pombagiras

Malelê malelê
Malelê maleloá
Malelê malelê
Malelê maleloá

(nome das Pombagiras)

_______ É de malelê


5-        A porta do castelo estremeceu

A porta do castelo estremeceu
E o povo foi ver quem era

Era Maria Padilha
Maria Mulambo
Mulher de Lúcifer     bis

6-      Ganhei uma barraca velha

Ganhei uma barraca velha!
Foi a ______ quem me deu.
O que é meu é da cigana;
O que é dela não é meu.
_________ puerê, puerê, puerá!
_________ puerê, puerê, puerá!



7-       Dizem que Pombagira é uma rosa

Dizem que Pombagira é uma rosa
È uma rosa que nasceu entre os espinhos

Dizem que Pombagira é uma rosa
Pombagira é uma rosa
Que floresceu nos caminhos               bis


8-      Aê Olha Pombagira gire

Aê olha a Pombagira girê
Aê olha a Pombagira gira

9-       dói, dói, dói, dói um amor

Dói, dói, dói, dói um amor faz sofrer dois amor faz chorar...
dói, dói, dói, dói um amor faz sofrer dois amor faz chorar...

No tempo em que ela tinha dinheiro, os homens queiram lhe amar
Mas hoje o dinheiro acabou e a velhice chegou ela se põe a chorar

Dói, dói, dói, dói um amor faz sofrer dois amor faz chorar...
dói, dói, dói, dói um amor faz sofrer dois amor faz chorar...

Ti dei amor ti dei carinho te dei uma rosa tirei os espinhos
Ti dei amor ti dei carinho te dei uma rosa tirei os espinhos

10-   Ela dá risada, é de qua qua quá,

Ela é pomba gira,
Ela é pomba girá,

Se ela dá risada, é de qua qua quá,
Colocar nomes de exú............... também dá.     bis


11-   Na família de pomba gira

Na família da Maria
Só não entra
Quem não quer            bis

É Maria Molambo
É Maria Farrapo
É Maria Padilha
É Maria Mulher          bis

12-     Santo Antonio de Batalha

Santo Antonio de Batalha,
Faz de mim batalhador,
Santo Antonio de Batalha,
Faz de mim batalhador,  - bis

Corre e Gira Pomba Gira,
Tranca Rua e Marabo
Corre e Gira Pomba Gira,
Tranca Rua e Marabo           bis


 13-   Mas que caminho tão escuro

 Mas que caminho tão escuro
Que vem passando aquela moça    bis

De vestidinho de chita
Estalando osso, osso por osso     bis

Mas ela é a Pombogira
É a Tatá miro

De vestidinho de chita
Estalando osso, osso por osso

Subida de Pombagira


1-      Pombagira bebeu

Pombagira bebeu
Pombagira fumou

Pombagira vai embora
Sua banda lhe chamou

2-      A Umbanda me chamou

A Umbanda me chamou
Na Umbanda eu trabalhei
Vou embora pra minha Quimbanda
Que a minha Quimbanda me chamou

3-      Vai Pombagira, vai passear

Vai Pombagira, vai passear
Numa noite tão bonita
Numa noite de luar

Adeus Pombagira, adeus

Adeus Pombagira, adeus
Encruzilhada chama
E ela vai oló  -  bis

Seu cavalo fica aqui
E ela vai numa gira só        bis

4-      Galo cantou é hora, é hora

Galo cantou é hora, é hora
E a Pomba Gira se despede e vai embora

Galo cantou é hora, é hora
E a Pomba GIra se despede e vai embora

5-      Vai, Pomba Gira, passear

Vai, Pomba Gira, passear
Vai, Pomba Gira, passear
Numa estrada tão bonita
Numa noite de luar

6-      Maria amarra a saia que está na hora

Maria amarra a saia que está na hora
Maria amarra a saia que Exu vai embora

Exu bebeu, Exu curiou
Exu vai embora sua hora chegou.

7-      Borboleta miudinha

Borboleta miudinha
Vai voando devagar

Quem tem asas é quem voa
Quem não tem quer voar

8-      È de cocorocó

É de cocorocó seu cangira
O galo já cantou seu cangira    bis

É no romper da aurora seu cangira
Pombagira vai embora seu cangira     bis

Nenhum comentário:

Postar um comentário