terça-feira, 1 de março de 2011

XANGÔ



01-   

Trovejou lá no céu
E o mundo balanceou     bis

Oh! Cristo o mundo balanceou
Só não balanceou a coroa de Xangô    bis

02-   

Xangô é rei ,Xangô é Nagô –bis
Oi bate palma
Pra coroa de Xangô
Oi bate palma
Pra coroa de Xangô

Pontos de Firmeza

01- 
Quem rola as pedras na pedreira é Xangô
Quem rola as pedras na pedreira é Xangô     bis

Vivou a coroa de Zambi

Vivou a coroa de Zambi
Vivou a coroa de Zambi, É Xangô     bis

Vivou a coroa de zambi, vivou
Ora vamos saravá /Xangô-bis

Quem é quevem de aruanada
Que é que vence demanda
Quem é o dono da pedra
É Xangô... - bis

02- 

XANGÔ, Ô/Ô/Ô/Ô
XANGÔ, Ô/Ô meu pai     bis

Maleime meu pai maleime/Xangô
Maleime meu pai meleime/Xangô

Xangô manda nas pedreiras
Ogum, manda na lua
Xangô manda nas pedreiras
Ogum, manda na lua
Quem manda no mar é Yemanjá

Ogum Manda na lua
Quem manda no mar é Yemanjá

03-

Relampeou, tremeu a terra
Meu pai Xangô no alto da serra     bis

Meu pai Xangô ô,meu pai Xangô ô
Venha salvar seus filhos aqui na terra       bis

Pontos de firmeza de Xangô


01- 
 Xangô é pai, é filho de Obatalá
Xangô é rei, é senhor de Yorubá
Xangô é pai, é filho de Obatalá
Xangô é rei, é senhor de Yorubá

É um raio, um corisco
É um relâmpago, é um trovão
Tira fogo da pedra
 Pra brilhar na escuridão - bis

02- 

Quando a lua apareceu
O leão/ na mata roncou
A passarada estremeceu
Olha a cobra coral
Piou,piou ,piou, piou

Olha a coral piou
Saravá, nosso povo de Umbanda
Pois chegou nosso rei Xangô
Saravá nosso pai Xangô - bis


 Pontos de Chamada

01- 

Lá vem Xangô, lá vem Xangô
Lá vem Xangô, lá vem Xangô

Na coroa de lei, Xangô é rei
Na coroa de lei, Xangô é rei

Ô oo,ooooooo /ôôôôõô.......
 
02-   

Lá vem Xangô
Vem descendo a serra
Ele vem beirando o mar....

Ele deixou sua pedreira lá no alto
Kaô, Kabecilê

Ele deixou sua pedreira lá no alto
Kaô, Kabecilê

03.

Os anjos tocam seus clarins lá no céu
Anunciando o alvorecer-  bis

Meu pai Xangô que desceu lá de Aruanda
Vem na umbanda pra seus filhos proteger

04.

Se ele é Xangô ele vem  girar
Se ele é Xangô ele vem  girar
Se ele é Xangô ele vem girar
Se ele é Xangô ele vem girar
Ele vem girar, ele vem girar
Ele vem girar meu pai Xangô
Ele vem girar -  bis

PONTOS DE SUBIDA



01-

Mais um adeus aleluia adeus
Mais um adeus aleluia adeus

Vou pra Aruanda
 Quem vai se embora sou eu

Vou pra Aruanda
 Quem vai se embora sou eu

Eu já vou pra lá
Eu já vou pra lá
Oxalá me chama
Eu já vou me retirar       bis

02-   

Xangô é chegada à hora
Xangô ele vai embora

Xangô é chegada à hora
Xangô ele vai embora

O leão na pedreira roncou
Xangô vai embora
Que a aruanda chamou

O leão na pedreira roncou
Xangô vai embora
Que a aruanda chamou

03.

Xangô vamos se embora
Que a maré já assoviou
No reinado de Yemanjá
Está batendo angolô

4.


Se ele é Xangô ele vai girar
Se ele é Xangô ele vai girar
Se ele é Xangô ele vai girar
Se ele é Xangô ele vai girar
Ele vai girar, ele vai girar
Ele vai girar meu pai Xangô
Ele vai girar -bis

PONTOS DE LINHA

01-   Bandeira branca

Bandeira branca tremulando no tempo
É o vento que faz tremular

Pai Xangô desce da pedreira
Vem na cachoeira nos abençoar

Kaô, kaô curimando a pedra kaô Sol
Kaô, kaô curimando a pedra kaô Sol

02-   O Terreiro está em festa

Xangô é um rei lá nas pedreiras
Na Cachoeira de mamãe oxum       bis

O terreiro está em festa saravá meu pai Ogum  -bis

03-   Justiça leal

Ele escreveu na pedra sua justiça leal – bis

Um rei real ele é Xangô caô
Um rei real é orixá -  bis

04-   Dia de justiça

O Saravá Xangô a coroa de Zambi  -bis
Hoje é dia de festa já se fez toda paz
É dia de justiça Xangô è quem pode mais    bis

05-    Estava olhando a pedreira

Estava olhando a pedreira Uma pedra rolou- bis

Ela veio Rolando e bateu em  
Meus pés e se fez uma flor        bis

Quem foi que disse
Que eu não sou filho de Xangô   bis
Ele mostra a verdade
Se atira um pedra
Ela vira uma flor- bis




Toda verdade de justiça e proteção
Filho de pai Xangô
Ninguém joga no chão-  bis

Quantos lírios já plantei no meu jardim
Uma pedra a atirar é um lírio para mim    bis

06-   Meu pai Xangô está no reinado

Meu pai xangô está no reinado-bis

Meu pai xangô ele é Orixá –bis

Olha seus filhos de fé o meu pai
Proteja esse congá-  bis

07-   Senhor da guerra

Xangô faz justiça com corisco e trovão
Xangô senhor da guerra pai de bom coração   bis

Olhai os filhos teus não nos deixem em aflição

08-   Pedra rola da pedreira
Pedra rola da pedreira em cima de quem errou
Justiça quem faz é ele porque ele é Xangô
Com seu leão do lado com seu machado na mão
Ele corta mironga pra filhos da proteção

Justiça maior é de meu pai xangô
Justiça verdadeira
O seu brado é tão alto ecoa na pedreira     bis

09-   Sentado pedreira de Xangô

Sentado nas  pedreiras de Xangô
Eu fiz um juramento até o fim

Se um dia me faltar...
A fé em meu senhor
Que role esta pedreira sobre mim     bis


10-   Pedra rolou pai Xangô

Pedra rolou pai Xangô
Lá na pedreira
Segura pedra meu pai
Na cachoeira
Tenho meu corpo fechado xangô é meu protetor
Segura o ponto meu filho
Pai de cabeça chegou


11-   Lá em cima daquela serra

Lá em cima daquela serra
Tem uma linda cachoeira
É do meu pai Xangô
Que arrebentou sete pedreiras

12-   Machadinha de cabo de ouro

Machadinha de cabo de ouro
É de ouro, é de ouro
Machadinha de cabo de ouro
É a machada que corta a demanda
É a machada de Xangô

13-     Salve a linha de Nagô
Salve a Umbanda, salve a Umbanda
Salve a linha de Nagô-bis

Saravá meu pai Xangô
Salve os guias protetores
Salve, salve a nossa umbanda
Salve a nossa união ooooo        bis

14-   
Dizem que Xangô mora na pedreira
Mas não é lá sua morada verdadeira     bis

Xangô mora numa cidade de luz
Onde mora Santa Babará, Oxumaré e Jesus      bis

15-    

Quem rola pedra na pedreira é Xangô –bis

Xangô do acarajé do acarajé

Kao- cabecilê

16-     Meu pai Xangô olha seus filhos

Meu pai Xangô olha seus filhos
 Que eu também sou filho seu

Seu Agodô  e Yemanjá do mar

17-    Firma ponto na pedreira

Escureceu a noite chegou  –bis

Firma ponto na pedreira saravá Xangô- bis

Saravá Xangô, saravá Xangô

18-   Linda pedreira de Xangô (chamada)

Linda pedreira de pai Xangô
Trazendo bênção pra meu congá

Terra de Umbanda foi quem lhe chamou
Fazer o bem em nome de oxal- bis

19-    Xangô rolou a pedra na pedreira

 Xangô rolou a pedra na pedreira
O mar estende o manto de Yemanjá
Mamãe oxum cantou na cachoeira
E a espada de ogum a batalhar

Ogum Megê vem de aruanda
 Seus filhos proteger - bis

20-   Xangô é pai de aurora

Xangô é pai de aurora eee
Xangô é pai de aurora aaa
Xangô ele é bom filho
Xangô é bom irmão
Não brinca com Xangô
Mas com Xangô não brinco não

21-   Que pedreira tão linda que o limo

Que pedreira tão linda que o limo criou –bis

 Só não me mexa nessa pedra
 Que é morada de Xangô             bis

22-   Sete linhas xangô

Risquei ponto pra Xangô
Firmei ponto pra Oxalá
No mar ele vem entrando
Pra saudar Yemanjá
Oxossi veio saudar o
Grande guerreiro Ogum
Quem faltava está chegando
A,divina Oxum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário